Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Kit d'Unhas

Porque o kit d'unhas não se compra. Crítica ao mundo rally.

Porque o kit d'unhas não se compra. Crítica ao mundo rally.

Previsão: Época 2018

Ainda 2017 está bem presente na nossa memória e a época de 2018 já está a começar, com o tradicional Rally de Monte Carlo a abrir as hostes.

Depois de uma época em que muito se falou da nova geração de WRC's, surgiu novamente Seb. Ogier, para responder como um campeão, numa nova equipa, novo carro, novas regras... quase tudo novo, menos o resultado final que foi o mesmo das outras 4 épocas: campeão mundial.

Esta época não se espera menos. Com as mesmas 4 equipas representadas - Ford, Citroën, Hyundai e Toyota, a competitividade adivinha-se superior. O ano de aprendizagem já passou, chegou a hora de concretizar.

Se é agora mais difícil prever o vencedor em cada rally, o vencedor do Mundial de 2018 é ainda mais imprevisível. Sabemos que qualidade não falta, e espetáculo... esse sim, garantido pelo planeta inteiro.

 

M-Sport Ford WRT

ford-fiesta-wrc.jpg

Depois de conseguir o que muitos diziam ser impossível, a M-Sport sagra-se campeã em 2017, muito graças à regularidade de Ogier. A vitória deveu-se também ao por vezes rápido demais Ott Tanak, cujo o excesso também trouxe sucesso. Contudo, em 2018 não terão este piloto, mas sim Elfyn Evans, como principal "escudeiro" de Ogier. Para o terceiro piloto, haverá diversas opções no decorrer do ano.

Em termos de veículo, o Fiesta não sofre alterações visuais. Contudo, com mais apoio da Ford, nomeadamente a Ford Performance, concluiu-se que o motor seria o primeiro a receber evoluções. Não se esperam assim grandes diferenças para o início de 2018.

 

Hyundai N WRT

Hyundai-i20-coupe-WRC-2018.jpg

Com o sabor amargo que ficou da época passada, com situações difíceis de explicar (avarias, deficiências mecânicas, ...) em momentos decisivos, que levaram à perda de dois campeonatos, apresenta dois pilotos, com provas dadas, para tentar impedir Ogier de voltar a erguer a taça. Tratam-se de Thierry Neuville e Andreas Mikkelsen, que estarão presentes em todas as provas do mundial. O terceiro carro será dividido entre Dani Sordo e Hayden Paddon. Exceto em Portugal, onde estarão presentes os 4 carros.

O I20 sofreu alterações visuais. Após a estreia da nova frente no final da época passada, foi agora a traseira a sofrer alterações, quer nas cavas das rodas, quer no aileron. Mas a grande questão continua, será que se resolveram os problemas em termos de resistência que em 2017 deixaram os pilotos sem argumentos para contrariar os rivais? Pois, todos vimos que tinham os carros mais rápidos, mas em WRC ser o mais rápido nem sempre significa vencer.

 

Toyota Gazoo Racing WRT

12885_WRC_Toyota-2018_22.jpg

Depois de concluir o seu primeiro ano no pós-regresso ao WRC, a equipa liderada por Tommi Makinen espera aumentar, e muito, o seu rendimento em 2018, alcançando ainda mais vitórias. Para isso conta com Jari-Matti Latvala e o novo reforço da equipa, Ott Tanak. De ambos, espera-se rapidez para andar na frente mas, mais importante que isso, consistência para, aí sim, ganhar campeonatos. O terceiro carro que estará em todas as provas do Mundial será pilotado por Esapekka Lappi.

O Yaris mostrou velocidade e dentro do possível resistência mecânica. Por vezes, foram problemas electrónicos incompreensíveis a este nível que ditaram resultados menos conseguidos. Para o início de 2018 as principais evoluções decorreram não só na frente do veículo mas também em mais apoios aerodinâmicos. Além disso a entrada de ar frontal foi redesenhada para uma maior refrigeração do 1.6L turbo japonês.

 

Citroën Racing WRT

Captura de ecrã 2018-01-25, às 00.09.31.png

A equipa francesa foi a maior desilusão de 2017, considerando o seu palmarés na história recente. Os pilotos serão Kris Meeke e Craig Bree. Estão ainda agendados rallys para Seb. Loeb, não só para tentar ajudar a equipa, mas também para contribuir para a evolução do C3. Numa época em que o seu chefe de equipa abandona para envergar pelos quadros da FIA, muito se especula acerca do futuro da Citroën Racing no WRC.

O C3 revelou-se um carro demasiado nervoso, com os pilotos a queixarem-se da traseira do veículo, bem como das afinações dos diferenciais, sendo muito difícil descobrir as afinações necessárias. Muitos dos testes de preparação para a nova época foram feitos em segredo e, visualmente, não se deteta nenhuma alteração. Ficamos à espera para ver o desempenho do carro neste início de época.

 

Estão assim reunidos todos os ingredientes para mais uma grande época de WRC, com passagem obrigatória em Portugal, que será sem dúvida nenhuma O MELHOR RALLY DO MUNDO... 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D